Missão de vida: Passo a Passo para Descobrir a Sua

/, Desenvolvimento Humano/Missão de vida: Passo a Passo para Descobrir a Sua

Missão de vida: Passo a Passo para Descobrir a Sua

Você já percebeu que muitas vezes nos perguntamos sobre nossa verdadeira missão de vida?

Esta busca tem uma explicação: a felicidade chega ao seu máximo quando o homem vive a sua missão, dando à vida mais sentido. Apesar do questionamento natural, nos fazer algumas perguntas mais específicas podem aprofundar ainda mais nosso mergulho interior.

Pare por um momento e se questione:

– Por que estou nesse planeta?

– O que quero verdadeiramente da minha vida?

– Estou levando a vida que sonhei?

– Quem eu quero ser?

– Quem eu desejo ser em 5 anos?

Você conseguiu responder as perguntas acima? Se não, ou se conseguiu apenas parcialmente, saiba que em primeiro lugar é preciso descobrir quais são os seus objetivos e o que deseja viver.

Entenda também que a razão da existência do seu trabalho deve seguir o rumo definido pela sua missão. Do contrário, seus dias acabarão sem rumo e sem um significado duradouro.

A diferença entre missão e propósito de vida

Missão de vida

É o que norteia cada pessoa em suas atitudes, aprendizados e conquistas. Entender a missão de vida é saber o nosso papel no mundo. Assim, tudo passa a fazer real sentido. Nossa missão é um norte que nos direciona rumo a uma jornada alinhada a todas as áreas da vida.

Ter uma missão de vida e cumpri-la é estar diretamente ligado à essência de cada um de nós. É viver de acordo com as nossas crenças e valores, deixando um legado que assegure que nossa passagem pela terra fez sentido.

Pense comigo:

– O que você sente ao despertar todos os dias?

– O que realmente faz sentido para você?

– Porque e para que você trabalha?

– Seu emprego te traz algo mais do que dinheiro e destaque, por exemplo?

– Qual legado você sonha em deixar para as próximas gerações?

Tente responder todos esses questionamentos, pois sucessivamente, a cada resposta, você pode começar a se aproximar do sentimento verdadeiro, profundo e motivador de encontrar a sua genuína missão.

Propósito de vida

É a razão da nossa existência. É a nossa força interna que nos motiva a seguir buscado evolução na caminhada profissional, pessoal e espiritual. Desconhecer o seu propósito de vida é sinônimo de não conhecer a si mesmo, o que gosta e o que precisa para ser feliz, realizado e satisfeito.

Afinal…

– Pelo que você vive?

– O que te faz ser quem é?

– O que te motiva a acordar todos os dias?

– Pelo que deseja ser lembrado nesse mundo?

Não ter propósito faz muitas pessoas sentirem-se infelizes em suas carreiras e vidas pessoais. Entenda o que te inspira, motiva e te torna pleno.

Estar alinhado ao seu propósito é conquistar o que você considera ser essencial para a sua realização. O seu propósito se embasa no motivo pelo qual você está neste mundo.

Grande parte das doenças psicossomáticas e de nossos desequilíbrios emocionais são provenientes de uma vida rasa e sem significado.

Já percebeu como são frequentes as notícias de jovens, em regiões desenvolvidas como Europa e Japão, que atentam contra a própria vida? Já se perguntou o motivo?

Por lá, ao chegar na vida adulta, a grande maioria já possui acesso a casa, carro, estudo, renda e outros itens que são verdadeiros desafios para os jovens que residem nos países em desenvolvimento. Ou seja, não sonham, não se sentem desafiados, não tem o que buscar.

Descobrir sua missão e seu propósito ajuda todos os campos da sua vida a caminharem na direção da realização dos seus sonhos.

Preste atenção e anote os eventos que participa, as pessoas com as quais você gosta de conviver, o tipo de trabalho dos seus sonhos e o que te dá prazer.

Entender os pilares que norteiam o seu dia a dia vai ajudar na busca do seu real propósito.

Está gostando do artigo? No final temos uma surpresa pra você!

Como saber se está vivendo sua missão de vida

Para saber se você está vivendo a sua missão, pense em alguns aspectos relacionados ao seu cotidiano.

Um bom exemplo é analisar o seu trabalho atual para refletir se você faz algo que realmente ama, sentindo-se satisfeito, próspero e feliz com a sua escolha.

Não é saudável esperar a semana inteira para ser feliz apenas no final de semana, oscilando o seu humor, dependendo do dia de lazer ou de trabalho.

Aqui eu não estou falando em aspectos como vestir a camisa da empresa ou ser bom no que você faz, mas sim sobre fazer algo que siga os seus valores, visão e missão de vida. Sua jornada pessoal é muito mais importante do que suas conquistas materiais. Disso você nunca deve se esquecer.

Preste atenção em quem você é e como se relaciona com o ambiente à sua volta. Muitas vezes temos qualidades e interesses que apontam o caminho para nossa missão de vida, mas é necessário estar atento para descobri-los.

Identificando sua missão de vida

Durante meus atendimentos de Coaching vejo as pessoas tendo uma grande necessidade de descobrirem esse fator tão importante.

Mas ao contrário do que muitas pensam, a sua missão de vida não é algo mágico e inatingível. Muito pelo contrário.

Você pode viver a sua missão fazendo uma atividade que já vem realizando há algum tempo, como um hobby, por exemplo. Já pensou nisso? Em torná-la parte real do seu dia a dia?

O que as pessoas que sabem sua missão têm em comum é a paixão que as motiva a viver suas vidas e carreiras fazendo a diferença na vida de muitas outras pessoas.

Lembra daquela professora do primário que ficou marcada em sua memória por liberar a turma um pouco mais cedo só para te ajudar no conteúdo que você teve dificuldade em assimilar?

E daquela atendente da padaria que sempre te recebe com um sorriso no rosto e adora conversar com o público enquanto anota o pedido dos clientes?

Essas pessoas são marcantes e melhoram o seu dia e o de tantos outros simplesmente por estarem vivendo a sua missão. Do que adianta ser um administrador bem-sucedido, por exemplo, se a sua real paixão é a decoração de interiores?

Você vai acabar se tornando uma pessoa que apenas cumpre uma rotina de trabalho para ganhar dinheiro e nada mais.

Sei que ir atrás de um sonho pode ser amedrontador, mas quando estamos verdadeiramente direcionados ao que faz o coração vibrar, teremos sempre uma grande força que irá nos impulsionar rumo à conquista dos nossos objetivos.

Compreendendo a sua missão de vida

O que você vai conseguir através desses conselhos é um esboço, em seus primeiros traços, do que realmente importa para você. Isso já ajuda muito na análise para que sua missão se torne clara e de fácil assimilação.

Passo 1 –  Busque o Autoconhecimento

Como já falei anteriormente aqui no blog, investir em ferramentas de autoconhecimento é indispensável nesse processo de descoberta (e em tantos outros).

O processo de se observar, compreender como você age, do que gosta e também do que não gosta, com o que sonha, com o que e com quem se sente feliz são algumas análises que podem lhe apoiar a se conhecer um pouco mais.

Ter auxílio de profissionais especializados, como coachs, terapeutas e psicólogos acelera muito a sua busca. Use o que estiver ao seu alcance para te ajudar a viver em comunhão com o que te faz realmente feliz! E um alerta aqui: não perca tempo.

Quanto antes você buscar este caminho, mais rápido poderá gozar de uma vida plena e feliz.

Como começar a se autoconhecer? Vou deixar duas dicas:

Leia o livro “Propósito: A coragem de ser quem somos”, de Sri Prem Baba.

O livro, que ficou 45 semanas na lista dos mais vendidos da Veja, convida o leitor a um mergulho íntimo, em uma verdadeira viagem cujo destino será o encontro consigo mesmo.

Você pode ler uma amostra do livro e saber mais clicando aqui.

Ainda na busca pelo autoconhecimento, recomendo que vivencie um processo de Coaching.

Por mais que eu tente explicar, sem vivenciar uma sessão de Coaching você ainda não terá noção do poder que o método tem de encontrar as respostas-chave dentro de você mesmo.

Alguma vez você já pediu um conselho a um amigo e quando tentou fazer o que lhe foi sugerido viu que deu errado? Sabe porque isso acontece? Porque ele deu conselho com base no modelo de vida dele, não no seu modelo de vida.

O que o Coaching permite é oferecer um veículo de acesso a você mesmo, resgatando suas experiências, conhecendo seus desejos e construindo um caminho sólido, que você se sinta seguro de trilhar.

Se desejar viver uma sessão gratuita de Coaching para começar a sua busca, lhe presenteio com uma clicando aqui.

Passo 2 – Perceba seus pontos fortes

É preciso identificar suas principais características e talentos. Eles são como a fundação de um grande empreendimento. Já reparou que para um grande prédio ser erguido, muito estudo, materiais e trabalho são dedicados na formulação da base da construção?

Saber quem você é e o que há de bom aí dentro é como tomar posse dessa base para dar continuidade a este processo de transformação e desenvolvimento.

Para isso, utilize os questionamentos abaixo para ter uma melhor referência:

– Quais são os seus 5 maiores talentos?

– Em sua opinião, quais são suas principais características?

– Na opinião dos seus amigos e familiares, quais são suas 5 maiores qualidades?

– Quais são os seus hábitos e comportamentos que caracterizam e dão sentido aos talentos ou características citados acima?

Passo 3 – Trace objetivos claros

Hora de identificar seus principais objetivos a serem realizados no período de um ano a partir de hoje! Para isso, reserve um tempo e, preferencialmente, utilizando papel e caneta, responda:

– Quais são os seus principais objetivos pessoais a serem realizados daqui a um ano?

– Quais são os seus principais objetivos profissionais a serem realizados daqui a um ano?

– Qual o seu objetivo financeiro para daqui a um ano?

Se perceber que mais objetivos, em outras áreas, possam ser contemplados nesta etapa, registre-os também. Sobre a interação que proponho acima (entre os objetivos pessoais e profissionais), gosto sempre de frisar que somos únicos.

O mesmo Rodrigo (que escreve este artigo) com objetivos pessoais, é o Rodrigo com objetivos profissionais. Desta forma, cuidar para que estas áreas estejam sempre alinhadas é um passo fundamental para se sentir mais pleno e realizado.

Você pode saber mais sobre isso neste artigo acerca  da diferença entre desejo, meta e objetivo.

Passo 4 – Defina pesos e prioridades

Tendo identificado melhor suas características e talentos, faça uma lista de classificação de maior e menor importância deles para você. É importante ter em mente o que é apenas uma atividade prazerosa e o que realmente te motiva a viver plenamente a sua vida.

Vou citar um exemplo. Já ocorreu de eu visualizar um “coachee” (cliente de coaching) com uma grande dependência de utilização de redes sociais.

Durante todo o dia e por vários momentos notei que ele se pegava postando fotos com grande frequência, e aguardava ansiosamente pelas curtidas e comentários. Além disso, ele disse que quando estava com outras pessoas, utilizava o celular para não ter que falar com elas “ao vivo”.

Se analisarmos a fundo, por mais que pareça algo que ele gostasse de fazer, por trás desse movimento, fica claro a vontade de fugir da realidade, de não enfrentar ou ter que se relacionar com outras pessoas e o de querer autoafirmar sua imagem na esperança de aumentar sua autoestima.

Neste passo é importante que você encontre algo que realmente te motive. É como algumas pessoas gostam de dizer: que gostam tanto de trabalhar com o que atuam que se pudessem fariam até de graça. Percebe?

O que faria com que mesmo atuando de graça deixaria você feliz e motivado? Quando descobrir, veja de que modo pode transformar esta atividade em algo que possa fazer parte de seu projeto de vida.

Passo 5 – Sintetize

A partir desta lista e de todas as respostas das questões anteriores é hora de elaborar um esboço da sua missão e do seu propósito de vida. Um pequeno roteiro como o que fiz abaixo pode ser um bom começo!

Exemplo: A minha missão é: ser _____________ (talentos ou características), através de _____________ (comportamentos, hábitos que a evidenciam) para conquistar _____________ (objetivos pessoais e financeiros).

Como pode perceber, é através de indagações como as que ilustrei no começo do artigo que podemos tomar conhecimento de como expandir nossas habilidades.

As perguntas que fiz aqui são apenas algumas que naturalmente ocorrem em um processo de coaching, uma vez que para cada pessoa há um direcionamento diferente, que permita encurtar o processo de descoberta.

Alguns podem descobrir sua missão ao observarem como gostam de se expressar quando estão em grupo, outros entendendo sua ideia de mundo perfeito, onde tudo é possível. De qualquer maneira, não é preciso ter pressa! Na hora certa você irá entender perfeitamente o que veio fazer nesse universo tão vasto.

Estar consciente dessa busca já irá te colocar em contato com o que você tanto almeja. Pense em quantas coisas você já venceu, quantos desafios superou, os tantos percalços que enfrentou e em como eles te levaram para o exato lugar de aprendizado que você está vivendo neste momento.

Todos nós estamos, de certa forma, buscando nossa missão, mas, na grande maioria das vezes, apenas não estamos conscientes disso. Você tem um caminho lindo já trilhado e mais alguns passos para caminhar. Aproveite as resoluções de ano novo e aposte na sua mudança!

Quer saber como descobrir seu propósito de vida e transformar sua realidade? Envie uma mensagem pra gente e agende uma sessão gratuita de coaching! Clique aqui.

By | 2017-11-05T17:54:42+00:00 Janeiro 9th, 2017|Categories: Coaching, Desenvolvimento Humano|0 Comments

About the Author:

Palestrante, Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching, analista comportamental e analista de competências pela HR TOOLS, Administrador, especialista em Comunicação e Marketing empresarial, Empreteco, consultor e instrutor do SEBRAE. Atua estimulando o empreendedorismo e com o desenvolvimento de pessoas e empresas por meio de treinamentos e processos de Coaching.

Leave A Comment